#Indicações do beijo

Domenica não é mais uma pizzaria. É A PIZZARIA!

card1

Eu não sei se existe algum ditado que diz que, quanto mais perto de nós, mais demoramos a descobrir. Se existir, ele se encaixa nesse caso: minha visita à pizzaria Domenica.

Nascida e super bombando na Tijuca, a Domenica aterrissou na zona sul do Rio há pouco mais de 1 ano. Senhorrrrr, por que demorei tanto para conhecer? Mas, como se diz, a Inês é morta e, assim sendo, sem mais chororô, vamos ao que interessa: a pizzaria!

Instalada em um casarão lindo de morrer no Humaitá, a Domenica serve, além de algumas entradas bem tradicionais em pizzarias, como bruschettas e burratas -, pizzas que paquero há muito tempo nos feeds alheios – huuuummmmm!!!

O cardápio, graças a Deus, não é daqueles em que a gente se perde e acaba escolhendo por eliminação. É bem original e do jeito que gosto.

Para começar, escolhemos uma Bruschetta de Shitake, uma Burrata ao Pesto acompanhada de focaccia clássica e uma Burrata com Focaccia clássica, com azeite, sal grosso e alecrim – esta acompanhada de salada de rúcula com tomate desidratado. Ai, meu Deus!

Quanto às pizzas, nossos pedidos foram:
Pomodoro e Parma – Molho de tomate, mozzarella de búfala, presunto de parma, tomate semi desidratado, rúcula e grana padano.

Trufatta – molho de tomate, mozzarella de búfala, cogumelos portobello e Paris, cebola, crok de parma e um leve toque de trufas brancas.

Carbonara – mozzarella de búfala, stracciatella, bacon, linguiça de lombo suíno fresca, ovo caipira, grana padano, pimenta do reino e cebolinha.

Diavoletta Bionda – molho de tomate, mozzarella de búfala, spianatta picante e stracciatella.

Margherita Speciale – molho de tomate e mozzarella de búfala fresca, grana padano, tomate cereja e manjericão.

Annunziata – molho de tomate especial (receita de família), parma e nacos de burrata.

E como éramos um grupo, ainda rolou um Calzone Bianco – gorgonzola, mozzarella de búfala fresca e grana padano.

 

Pizza doce? Sim, claro, óbvio! Uma deliciosa Pizza de chocolate com banana e uma pizza de chocolate.

Pizzaria Domenica
Rua Capistrano de Abreu, 45
Humaitá

Novo menu do Pici Trattoria

Blog

E não é que dois anos depois do post desastroso do Pici, eu voltei para conhecer os novíssimos pratos do cardápio e tive outra impressão do lugar? Fiquei muito feliz com a nova experiência que pude viver, e acho que tem tudo a ver com o que sempre repito: segundas chances são fundamentais.

Falando um pouco sobre o restaurante para quem não conhece: o Pici foi o primeiro do Grupo 14Zero3, especializado em comida italiana. Também sob o comando do Chef Executivo Elia Schramm, oferece receitas clássicas e releituras deliciosas.

Agora podem puxar uma cadeira, pegar um babador e acompanhar tudo que provei de novo no cardápio. E que dessa vez me deixou muito feliz!!!

Entre as entradas, a Burrata fior-di-latte com tomatinhos confitados em caramelo picante e manjericão, finalizada com amêndoas. Simplesmente, um escândalo! Também pedimos o Carpaccio de rosbife com grana padano, folhas de rúcula, aioli de mostarda da casa, avelãs tostadas e cogumelo paris fresco – MARA REAL! E para os amantes de salada, rolou uma Caesar com lulas empanadas. Bem, aqui eles jogaram pra ganhar. Estava boa demais… lulas sequinhas me fizeram muito, muito feliz demais.

Como a mesa era grande, ainda rolou o Arancini de abóbora com manteiga de sálvia e fonduta de grana padano. Apenas peçam.

No clima de carnaval, vamos ao quesito massas frescas!

Aposte sem receio no Pappardelle com suculento ragu boscaiolo, uma releitura preparada com caldo de carne reduzido, cogumelos porcini desidratados e carne vermelha. É nota 10 com certeza.

Para mim, as grandes novidades desse almoço foram a Porchetta, apetitosa barriga de porco “pururuca” com saladinha de funcho e ervas frescas, acompanhada de batatinhas assadas e alecrim que estava com aquela casquinha crocante de fazer barulho quando cortamos. E os Tentáculos de Polvo grelhado chegam com “scotatto” de baroa, cebola tostada, aioli de páprica defumada e “salsa verdi”.

Fechamos essa orgia com três sobremesas:

. Canoli Alla Gianduia com creme de nutella, pralineé e sorvete de avelãs.
. Meringata di Fragola com morangos marinados, creme de baunilha, sorvete e suspiro.
. Curau Brulè de milho verde com canela e casquina crocante de açúcar queimado. E ainda rolou uma pipoca doce que ornou lindamente com o curau.

Das três, o Curau ganhou meu coração de verdade.

Pici, acho que, agora sim, posso dizer que foi um mega prazer te conhecer.

Pici Trattoria
R. Barão da Torre, 348 – Ipanema
(21) 2247-6711

Heat Firehouse traz o famoso American Barbecue para o Rio

beijo-01

Inspirado nos churrascos norte americanos, o Grupo 14Zero3 lança seu sexto (genteeeee, eles já têm seis restaurantes no Rio!) restaurante em solo carioca. O mais novo queridinho do Instagram fica na Conde Bernardotte, no Leblon, vizinho ao Chez Claude. O Heat Firehouse  chegou prometendo surpreender com ambiente super bacana: a varanda externa é  climatizada e tem um balcão ótimo para uma parada mais informal. E tudo isso com o dedo mágico do chef executivo Elia Schramm.

Os pratos, com preparos artesanais, combinam uma seleção de temperos e especiarias, para  peças defumadas, que despertam o paladar da galera. Vale destacar que essa é a primeira casa carioca a oferecer a técnica de defumação em diferentes tipos de carne. Confesso que foi a parte que mais me chamou atenção, e foi nela que fui fundo com a família na comemoração dos 18 anos da minha caçula.

Ah, para quem curte uns bons drinks a casa traz uma novidade: o bar de bourbon com sugestões para harmonizar com os pratos e proporcionar inesquecível experiência. Não chegamos a experimentar, mas vimos aprovação em mesas à nossa volta que não resistiram. Sim, rolou um Moscow Mule (tá virando mania e preferência das minhas meninas) e um chopp da casa.

Vamos ao que interessa? As opções de entradas são super variadas e inclui até nachos. Mas pedimos os seguintes pratos:

. Mac n’ Cheese Sausage – esperas crocantes de mac n’ Cheese com dip cremoso de cheddar. Delícia!!! Eu super curti.

. Garlic Brioche – Pão de brioche com manteiga de alho e grana padano. Fofinho e no ponto. Já tinha ouvido falar de excesso de manteiga, mas o meu estava MARA!

. Pullet Pork Croquet – Croquete de carne de porco defumada com molho aioli. Ah, isso é um vício. SEM OR, que croquete é esse? Não torcendo contra (jamais), mas se tudo der errado, monta uma lojinha só de croquete que vai ser muito sucesso… misericórdia de bom.

. Homeland Sausage – linguiça suína fatiada com limão e molho barbecue. Curti!

. Rio Sausage – linguiça de costela bovina. Curti também.

Ambas as linguiças estavam gostosas, no ponto exato, mas sem provocar suspiros. Cumprem bem o seu papel. De repente, penso aqui com meus botões: se eu tivesse pedido as linguiças  com o pão de alho poderia ter tido outra percepção.

Já bem felizinhos e, quase satisfeitos, não resistimos a nos embrenhar pelos pratos principais:

Dois Pulled Pork e um Brontossaurus – 1,2 kg de costela bovina (recomendam dividir para 3 pessoas). Mas éramos nove e deu super certo porque já tínhamos beliscado bem e pedimos vários acompanhamentos, que são à parte. Mas deixado espaço para a sobremesa, claro!!!

. Garlic Broccoli – brócolis salteado no alho e azeite.

. Biro Biro Rice – arroz maluco com bacon, batata palha e ovo

. Scrambble Eggs Farofa – farofa de ovos

. Aligot Trufado – purê de batatas com queijo e azeite trufado.

. Coleslaw – típica salada de repolho americana (ela ainda vem como um pequenino acompanhamento nos pratos de carne)

Destaque master para esse aligot. Garrei amor, hein? O Pulled Pork estava sensacional e o Brontossauros PERFEITO… suculento e macio, e com um sabor incrível. Tipo assim de comer ajoelhado, como suspira mammy diante de uma comida irresistível – rs. Confesso que se tivéssemos pedido outro, acho que ainda comeríamos mais uma metade e levaria o restante para casa – usando aquela máxima de que tudo se reaproveita!

 

De sobremesa, pedimos um Banana Pudding (banana assada, creme de baunilha, crumble e chantilly), um Chocolate Fudge Cake (bolo de chocolate em camadas com calda fudge) e um Peanut Pudding (pudim de manteiga de amendoim com crumble de pé de moleque) – essa é meu número já que amo manteiga de amendoim. Apesar de ser pudim (quem me conhece sabe que não como), ele tem uma consistência mais encorpada. Eu garrei amor.

Amei todas as sobremesas, mas o Fudge Cake é mais meio amargo, então a minha galera não se apaixonou. Quem sabe com uma calda de caramelo salgado ele dê uma quebrada? Sei lá, por mim estava delicioso, mas sei que a maioria não é muito fã de um chocolate mais intenso.

Um espresso fechou esse mega almoço, que fez toda a família muito, muito feliz!

Dicas:

  1. Tente ir em grupo. Nem que sejam dois casais ou 4/5 amigos. A experiência será mais incrível pela variedade que poderão provar.
  2. Eles fazem reserva! Aproveite isso e não passe perrengue. Quem conhece os restaurantes do Grupo sabe que filas são algo bem comum.
  3. O cardápio ainda tem saladas, massas e sanduíches bem no estilo americano, que me deixaram babando e querendo voltar. Então, não estranhem se virem o Heat novamente no feed ?
  4. Guarde um espaço para a sobremesa. A maioria delas é grande, mas vale a pena pedir e compartilhar.
  5. Sintam-se à vontade para levar seu próprio vinho, pois eles não cobram rolha. Curtiram?