pizza

Coltivi trazendo para o Rio um novo conceito de pizza

Blog1

Inaugurado há dois meses em um casarão maravilhoso na Conde de Irajá, o Coltivi é uma pizzaria contemporânea, que oferece três tipos de massa diferentes para as pizzas servidas. E o ‘diferente’ é que a pizza só é montada após a massa assada.

O dono dessa super novidade é Piero Zolin, um italiano que escolheu o Rio para morar. Para afinar o conceito do Coltivi, Piero convidou o chef Meguru Baba, que trabalhou tempos atrás no D.O.M do Alex Atala, para irem à Università della Pizza, na Itália. Vale contar que os dois se conheceram, e se tornaram amigos, em Trancoso, quando Piero foi diretor-geral do Uxoa, o pequeno hotel de luxo mais espetacular do Brasil!

Ao retornarem da Università, vieram decididos a usarem só farinha e tomates importados para fazerem massas de fermentação natural, que levam até 48 horas para ficarem prontas para assar.

Mas até a inauguração da pizzaria, houve um longo trabalho. O conceito nasceu há três anos, e Piero ‘escalou’ seu irmão, o designer Mauro Zolin, para desenhar o espaço. Um desafio e tanto, que culminou com uma restauração linda de uma antiga casa colonial na badalada rua de Botafogo, que se tornou conhecida por ter vários restaurantes famosos, como Lasai, Oteque e Irajá, por exemplo. Super criativos, eles ainda instalaram nos fundos do restaurante uma hortinha de PANCs, denominação que vem sendo usada para designar as plantas alimentícias não convencionais.

Gente, tudo charmoso demais. Quem viu os stories no Instagram se apaixonou (está nos destaques de PIZZA). Agora, vamos ao cardápio?

As entradas (três opções) são feitas com massa de pizza em três versões:

Vapore – feito no forno a vapor e servido em 2 sabores: clássica (tomate italiana, fiordilatte, basílico) e Polvo Stracciatella (tomate italiano, stracciatella, polvo frito e hibisco).

Povera – massa frita e servida em 2 sabores: Clássica e Copa Lombo (copa lombo, nozes, abóbora e mel).

Padellino – massa semi-integral servida em 2 sabores: Clássica e Vitello Tonnato (atum, rosbife, mostarda e alcaparra).

Todas incríveis. Me arrisco a dizer que o Padellino ganhou meu coração, mas as outras duas me encheram de alegria também…

O Coltivi oferece duas saladas: uma fria e uma quente. Embora não tenha provado (mas claro que já me prometi voltar pra isso!), compartilho para vocês ficarem com água na boca.

Quente: mix quinoa, frango grelhado, legumes e crocante de fubá.

Leve: mix de, picles e beterraba, pó de grão de bico, vinagrete de gergelim tostado, tomatinho e croutons.

As mesas ficam em um quintal todo arborizado, lindo de morrer. É, de verdade, um ambiente super diferente, encantador e apaixonante. Quem pensaria num cantinho assim no meio de um bairro super agitado?

Já no quesito pizza, pedimos uma de cada tipo de massa, com sabores diferentes, para provar. Abaixo as descrições:

Brisa de Farinha – pizza de fermentação mista e feita em forno elétrico. Pedimos a de Parma com Pera e Stracciatella. Maravilhosa! A massa e o sabor ❤️

Retonda – pizza sem fermento e feita em forno elétrico. Pedimos a de Marguerita Coltivi – San Marzano DOC, burrata, mozzarella de búfala e basílico. Babado! A burrata no meio faz toda a diferença. E como o recheio da pizza é colocado após a massa assada, não temos aquele queijo favorecendo mais umas fatias do que as outras. Curti!!!

Crocante – pizza de fermentação mista (biológica e PMV*) e feita em forno elétrico. O sabor Terra foi o escolhido. Presunto Royale, batata assada, flor di latte, provolone e rosmarino frito. Gostei muito. E ela é recheada com batata e queijo. Diferente, mas muito boa.

Ao todo, são oito sabores, sendo um deles vegano: um creme de abóbora e mix de cogumelos.

Vale lembrar que eles (até onde sei) são a única pizzaria no Rio que servem pizza frita. Acho que quem curte novidades e está aberto a conhecer e provar sabores novos vai amar o Coltivi. Eu adorei demais. E quero voltar com certeza.

Ah, destaque para os azeites que a casa oferece e para os drinks, espumantes, vinhos e cervejas. Como não sou de bebida alcoólica, provei dois deliciosos drinks sem álcool:

O Drink do Chef com Marmelada de abacaxi, vodka Kalvelage, suco de capim limão e água com gás. E o Elixir de Melancia com suco da fruta, gin Arapuru, xarope de gengibre suco de limão e canela. Ambos podem ser servidos sem álcool.

Fechamos com Gelatos Artesanais de Avelã e Pistache, dos quais gostei muito, e um espresso, óbvio!

Em tempo:

. Em breve eles vão oferecer mais opções de sobremesas e, para isso, estão testando várias novidades.

. As louças da casa são lindas e feitas pela ceramista Victoria Inaudi.

. Peço desculpas pelas fotos escuras, mas o ambiente é de pouca luminosidade.

*PMV – pasta madre viva mais conhecido como sourdough.

 

Pizzaria Coltivi
Rua Conde de Irajá, 53 – Botafogo
(21) 98223-5942

Uma lenda chamada Pappa Jack

MascaraBlog

Já conhecia o Pappa Jack desde sua inauguração em Copacabana, em 2014. Gostei bastante, mas, por excesso de compromissos, acabei não voltando mais – apesar de ser super perto de casa. Ainda bem que, nascido em pleno início da crise que fragilizou nossa economia e impactou demais o comércio, o negócio cresceu e já ganhou mais duas unidades: Leblon e Barra da Tijuca, que conheci recentemente.

Quando soube da inauguração da loja do Leblon, fiquei bem animada em voltar, especialmente porque minhas filhas foram e gostaram muito. Assim, quando rolou um convite, não pestanejei e fui lá conferir novidades de almoço e as pizzas, claro!

Uma Burrata com tomatinho pera ao pesto de rúcula  e nozes torradas marcou o início dos trabalhos de forma divina. Ainda nas entradas, provei o Shitake Alla Legna – shitake gigante assado na lenha com azeite de alho e flor de sal, deitados sobre cama de crostatas. Uma  Focaccia Marinara – molho de tomate natural puxado no alho, manjericão e azeite grego encerrou esse início do almoço. Tudo muito gostoso e o shitake perfeito!

Em seguida, veio uma pizza metade Zucchini com Pesto (molho de tomate natural, orégano chinelo, muçarela meia cura especial, lâminas de abobrinha, berinjela desidratada, uma leve camada de pesto de manjericão e gratinada de manjericão) e a outra metade Miele Tartufato Con Búfala (molho de tomate natural, orégano chileno, mozarela de búfala sem lactose, zatar e mel trufado). Gente, para tudo agora!!! As duas maravilhosas demais, mas a Mieli ganhou meu coração REAL!

Ficamos tão animadas que pedimos uma segunda pizza: metade Caprese (molho pesto zapa, muzarela de búfala, manjericão, tomate, tomate cereja e orégano) e outra metade Ninote Jack (molho de tomate natural, orégano chileno, burrata, presunto de Parma e manjericão).

Podem acreditar que não paramos aí? Rsrs… Ainda tivemos fôlego, energia e estômago, claro, para provar uma salada e duas opções de prato. Tudo devidamente compartilhado porque não temos estômago de avestruz não, gente! Ah, e a massa, graças ao nosso bom Deus da Gula, veio em  mini porção ?.

A Insalata di Cuore di Palma – salada de palmito, aspargos, endívia e radichio com roquefort, redução de balsâmico e molho italiano – estava bem deliciosa… leve e com sabor marcante. Como refeição principal, primeiro provei um Sorrentini di Mozzarella Al Pomodoro e Basílico – raviolli recheado com muzarela de búfala, molho de tomate e manjericão. Que massa leve e gostosa! Confesso que quero voltar para pedir novamente.

Um Paillard Alla Milanese – filé empanado crocante por fora e macio por dentro com batatas rústicas assadas – fechou nossa refeição. No quesito prato salgado, é claro!!! Ah esse prato é originalmente servido com purê de batatas e salada de rúcula com tomate cereja, mas fomos atendidos quando pedimos a substituição. Bom isso, hein?

Se, depois dessa orgia gastronômica, alguém acha que não rolou sobremesa, se enganou, meu bem…Uma pizza doce de Ovomaltine e uma mousse de chocolate fecharam essa farra deliciosa. Mas tudo devidamente compartilhado, entende?

Informação complementar:

O Pappa Jack oferece 35 sabores de pizzas feitas com massa artesanal fermentada naturalmente por 48h. O uso de farinha 00 italiana deixa a receita mais leve. E pelas mãos experientes do pizzaiolo da casa, a massa ganha extrema crocância e sabor.

Pappa Jack
Av. Ataulfo de Paiva, 1060 – Leblon
(21) 3005-1234

Nolita, uma Esquila que chegou lacrando 

Card_Nolita

Ocasional frequentadora do VillageMall, ao acompanhar a pré-inauguração da Nolita – sim, ela é uma esquila descolada e 100% nova-iorquina – pude claramente perceber que o Rio ganharia um restaurante fun, cool.

Quando vi os primeiros posts, imediatamente lembrei de NY e dos milkshakes do Black Tap. Se, por acaso, você não conhece, vale dar um Google! Quem curte gastronomia já deve ter visto, mas não associado o sorvete ao lugar.

Bem, além do restaurante, o Nolita tem um Café & Bar na área externa, que também faz aquele capuccino com a foto ou imagem que você quiser. Bem, apesar de achar meio caro, fiz um do Beijo, claro!

Já o restaurante, com pegada italiana e nova-iorquina, tem ótimas pedidas para compartilhar. Na minha opinião, não é um lugar para ir sozinho, a menos que se esteja com pouca fome e prefira parar no bar e ficar nos drinks e belisquetes.

Fomos em quatro, mas para escrever o post do Blog ainda voltei mais uma vez para gerar um conteúdo maior e mais completo.

Dos fornos, saem seis receitas de flat bread (um misto de pizza e pão, com massa fermentada durante 100 horas, que também serve de base para as pizzas). Super leve, acreditem. Pedimos a de Grana Padano e estava muito boa.

Já dos clássicos da fritura romana e nova-iorquina, pedimos um Calamari e um Vegetale (misto de abobrinha, berinjela e couve-flor empanados). Ambos estavam perfeitos. Super sequinhos e crocantes.

Outro coringa da casa são as massas artesanais. No total NY style, pedimos Truffle Lobster Mac & Cheese. Massa italiana com molho de queijo, lagosta, trufa negra e crispy de panko. Gostosa, mas acho que no final já estava meio enjoativo…

Pedimos um Burger Newyorker – queijo cheddar, BLT, cebola caramelizada e molho especial – com fritas rústicas (você pode optar por Caesar Salad) e uma Pizzetta Straciatella – mozarela de búfala, molho de tomate, burrata fresca ao Pedro e orégano. Ambos muito gostosos, de verdade!!!

A pizza é de uma leveza ímpar e o hambúrguer estava no ponto, super saboroso, sem muita firula… amei.

Alerta pico de glicose! O Nuvem Nolita é a representação do lugar. Pense numa sobremesa que é uma degustação de sorvetes de brownie, morango, doce de leite, menta com chocolate e pistache envoltos por algodão doce azul, salpicado de granulado colorido. Incrível, mas não tive ‘coragem’ de pedir! Como haviam super recomendado o Key Lime Pie (tartelete de creme citron, merengue suíço e suprême de limão) e o Cannoli (casquinha crocante em forma de cone, recheio de Nutella e cobertura de mascarpone de café), fomos neles sem pensar duas vezes. E gostamos demais, viu? Apesar de Nutella não ser um dos meus doces favoritos, estava super delícia. Palmas e mais palmas para o Felipe Appia. Ele é um misto de artista com pâtissier. Encantada!

Um espresso tradicional (acompanhando de um charmoso ginger bread) e um Capuccino Nolita.

Ah, vale a pena compartilhar algumas curiosidades:

. O blend da Cafeteria Nolita foi desenvolvido especialmente pela Orfeu para o restaurante. Resumindo, é único e super gostoso.
. O restaurante é do grupo Bestfork, o mesmo que tem o Xian, Giuseppe Grill e Mar.
. Incrível o número de pessoas que param no café e tomam o cappuccino frio em busca da melhor foto ou posam com os mockups de milkshake – instragrammers surtam!!!
. Nolita, escrito também como NoLIta, é um bairro de Manhattan, na cidade de Nova York. O nome é a abreviação de North of Little Italy, indicando a região ao norte de Little Italy, o bairro italiano da cidade. Fica a leste do SoHo, a oeste do Lower East Side, ao norte de Chinatown e ao sul da Houston Street. Que eu ADOROOOOO!

Nolita
VillageMall
Av. das Américas, 3900 – Piso 2 – Loja 228 – Avenida das Américas – Barra da Tijuca
Tel.: 3252-2678 / 99665-4172