sobremesas

O Sal Grosso (ainda) ficou na promessa

Slide9

Inaugurado há pouco mais de um mês, o segundo restaurante do Chef Henrique Fogaça já é uma febre entre os cariocas. Sua segunda casa também fica na Barra da Tijuca e a especialidade é carne. Tanto que no cardápio o que não falta são opções de vários tipos de corte e tamanhos diferentes.

Definitivamente, é um lugar para se ir com amigos ou a família e fazer aquele mesão para compartilhar as diversidades de opções que o restaurante oferece.

O espaço é enorme, mas recomendo chegar cedo. E cedo é entre 12h e 12h30min, entende? Quando fui almoçar, no domingo passado, com minha mãe, minhas filhas e minha vódrasta (mãe do meu padrasto), chegamos 12h20min. Quarenta minutos depois, quando me dei conta, o restaurante estava com todas as suas mesas ocupadas e uma fila gigantesca na porta. Crise? Graças a Deus, esse Chef desconhece!

O restaurante também oferece uma variedade grande de entradas – a dúvida, inclusive, começa aqui. São 11 opções, gente! Democraticamente, escolhemos as seguintes:

  • Porção de Coxinha de frango com Catupiry
  • Pão de Alho com queijo
  • Porção de coração de frango com milho

Tudo estava muito gostoso, mas, para o meu paladar, o pão de alho poderia ter um sabor mais marcante desse tempero. Em compensação, o molho do coração de frango estava qualquer coisa de bom. Fez um sucesso na nossa mesa. Só achamos que devia vir com o dobro de pão para mergulhar no molho que, de fato, fez a diferença nessa entrada.

Ainda rolou uma Linguiça Campeira caracol (de costela angus) com molho vinagrete tradicional, que estranhei ser pago à parte. O restaurante ainda oferece mais 7 opções desse embutido. Ah, a linguicinha que comemos estava perfeita.

Pedimos uma Shoulder (500g) e um Polvo com Alho e Tomate confit na brasa. E, para acompanhar, escolhemos várias das opções oferecidas:

  • Cebola assada com azeite, sal grosso e tomilho
  • Palmito assado
  • Arroz de brócolis com alho
  • Farofa de banana
  • Frigideira de legumes

Destaco o palmito que estava desmanchando, a frigideira de legumes e a cebola.

O Shoulder super macio, porém frio, nos deixou bastante frustradas. Éramos 5, mas metade voltou para a cozinha. Uma pena… Já o polvo estava uma perfeição.

Pedimos dois drinks – GG Mule (gin, ginger ale artesanal e espuma cítrica de gengibre), refrigerantes e água.

Pela frustração da carne fria, eles nos ofereceram uma sobremesa: Bolo de Chocolate quente com castanha do Pará e creme inglês. Não achei incrível e o bolo estava meio seco, mesmo tendo muito creme inglês …. sorry, migos. Acho que a Favorita deve ser melhor! Mas achamos gentil a atitude do restaurante – apesar de achar que eles deveriam ter me permitido escolher e não definir a sobremesa sem me consultar.  Até porque umas das minhas meninas não gosta de sobremesa com chocolate. Difícil de acreditar, mas é vero!

Ah, um espresso para fechar! Sempre!

Atendimento extremamente solícito, mas ainda confuso, o que, muitas vezes, acontece no início de uma nova operação. Como cheguei com muita expectativa, eu esperava muuuuuito mais. Não conheço o Sal Gastronomia, que fica no Village Mall, mas, talvez pelo programa, eu criei, sim, uma expectativa gigante. E todos sabemos que ela é prima – quiçá irmã – da decepção. Acho que este foi meu sentimento quando terminamos o almoço e veio a conta. Achei a média de preço bem alta para o que experimentamos. Mas, quem sabe, ainda volto e como um hambúrguer?

Espero que, com o tempo, tudo se ajeite e o Sal Grosso tenha vida longa em solo carioca. De verdade, mesmo que decepcionada no final.

Restaurante Sal Grosso
Barra Shopping
Loja 160

Nolita, uma Esquila que chegou lacrando 

Card_Nolita

Ocasional frequentadora do VillageMall, ao acompanhar a pré-inauguração da Nolita – sim, ela é uma esquila descolada e 100% nova-iorquina – pude claramente perceber que o Rio ganharia um restaurante fun, cool.

Quando vi os primeiros posts, imediatamente lembrei de NY e dos milkshakes do Black Tap. Se, por acaso, você não conhece, vale dar um Google! Quem curte gastronomia já deve ter visto, mas não associado o sorvete ao lugar.

Bem, além do restaurante, o Nolita tem um Café & Bar na área externa, que também faz aquele capuccino com a foto ou imagem que você quiser. Bem, apesar de achar meio caro, fiz um do Beijo, claro!

Já o restaurante, com pegada italiana e nova-iorquina, tem ótimas pedidas para compartilhar. Na minha opinião, não é um lugar para ir sozinho, a menos que se esteja com pouca fome e prefira parar no bar e ficar nos drinks e belisquetes.

Fomos em quatro, mas para escrever o post do Blog ainda voltei mais uma vez para gerar um conteúdo maior e mais completo.

Dos fornos, saem seis receitas de flat bread (um misto de pizza e pão, com massa fermentada durante 100 horas, que também serve de base para as pizzas). Super leve, acreditem. Pedimos a de Grana Padano e estava muito boa.

Já dos clássicos da fritura romana e nova-iorquina, pedimos um Calamari e um Vegetale (misto de abobrinha, berinjela e couve-flor empanados). Ambos estavam perfeitos. Super sequinhos e crocantes.

Outro coringa da casa são as massas artesanais. No total NY style, pedimos Truffle Lobster Mac & Cheese. Massa italiana com molho de queijo, lagosta, trufa negra e crispy de panko. Gostosa, mas acho que no final já estava meio enjoativo…

Pedimos um Burger Newyorker – queijo cheddar, BLT, cebola caramelizada e molho especial – com fritas rústicas (você pode optar por Caesar Salad) e uma Pizzetta Straciatella – mozarela de búfala, molho de tomate, burrata fresca ao Pedro e orégano. Ambos muito gostosos, de verdade!!!

A pizza é de uma leveza ímpar e o hambúrguer estava no ponto, super saboroso, sem muita firula… amei.

Alerta pico de glicose! O Nuvem Nolita é a representação do lugar. Pense numa sobremesa que é uma degustação de sorvetes de brownie, morango, doce de leite, menta com chocolate e pistache envoltos por algodão doce azul, salpicado de granulado colorido. Incrível, mas não tive ‘coragem’ de pedir! Como haviam super recomendado o Key Lime Pie (tartelete de creme citron, merengue suíço e suprême de limão) e o Cannoli (casquinha crocante em forma de cone, recheio de Nutella e cobertura de mascarpone de café), fomos neles sem pensar duas vezes. E gostamos demais, viu? Apesar de Nutella não ser um dos meus doces favoritos, estava super delícia. Palmas e mais palmas para o Felipe Appia. Ele é um misto de artista com pâtissier. Encantada!

Um espresso tradicional (acompanhando de um charmoso ginger bread) e um Capuccino Nolita.

Ah, vale a pena compartilhar algumas curiosidades:

. O blend da Cafeteria Nolita foi desenvolvido especialmente pela Orfeu para o restaurante. Resumindo, é único e super gostoso.
. O restaurante é do grupo Bestfork, o mesmo que tem o Xian, Giuseppe Grill e Mar.
. Incrível o número de pessoas que param no café e tomam o cappuccino frio em busca da melhor foto ou posam com os mockups de milkshake – instragrammers surtam!!!
. Nolita, escrito também como NoLIta, é um bairro de Manhattan, na cidade de Nova York. O nome é a abreviação de North of Little Italy, indicando a região ao norte de Little Italy, o bairro italiano da cidade. Fica a leste do SoHo, a oeste do Lower East Side, ao norte de Chinatown e ao sul da Houston Street. Que eu ADOROOOOO!

Nolita
VillageMall
Av. das Américas, 3900 – Piso 2 – Loja 228 – Avenida das Américas – Barra da Tijuca
Tel.: 3252-2678 / 99665-4172